O teste!

Olá meninas….

Hoje fiz meu primeiro teste de farmácia. Nunca tinha feito na vida!

Na quarta fui parar no PS por ardência ao urinar e uma cólica que eu achei ser um anúncio da Miss Red, que deveria ter aparecido na quinta e até agora nada!

Como a médica (obviamente) me deu antibiótico por 7 dias e eu, tentante antenada, sei que gestantes não podem tomar esse tipo de remédio, achei melhor fazer o teste.

Fiz hoje de manhã e deu negativo, confesso que fiquei aliviada, acho que já comentei aqui meu pânico de parir no verão.

Agora, vou esperar a Miss Red aparecer, caso não apareça até segunda, vou fazer um exame de sangue…

Detalhe: Não tenho NENHUM sintoma de nada… A única coisa (que começou hj) são seios doloridos e cólicas desde terça, mas acho que as cólicas são por causa da infecção

Vamos aguardar!

Um ótimo feriado a todas e Boa Páscoa!

2013-03-29 09.52.02

4/30 – Liste 10 coisas que gostaria de dizer para você mesma, aos 16 anos, se você pudesse.

Olá, meninas…

Vamos voltar a nossa programação normal, mas antes deixa eu parabenizar a Marayza pelo positivo dela. Toda felicidade do mundo pra vcs =D

Agora sim, o quarto item do “Desafio” que são 10 coisas que eu diria pra mim aos 16 anos, na verdade eu nunca pensei sobre isso… E fazem exatamente 16 anos q eu tinha 16 anos, isso foi em 1997 e eu estava no primeiro ano do Colegial (hoje ensino médio) e já estava com meu segundo namorado.

1 – Termine com esse namorado, ele não vale o chão que pisa.

2 – Estude um pouquinho mais de química e física para o vestibular.

3 – Ao contrário do que você pensa, seu futuro marido será mais baixo e mais novo que você.

4 – Cuidado com as amizades, as pessoas realmente não são o que parecem.

5 – As coisas não vão sair exatamente como você planejou, mas darão certo do mesmo jeito, relaxe.

6 – Estudar inglês faz diferença SIM, se aplique um pouco mais.

7 – Seja menos dramática *kkkkkk*

8 – Melhore sua alimentação, isso fará diferença num futuro não muito distante.

9 – Se aproxime mais dos seus irmãos, eles são legais.

10 – Confie mais em você mesma.

Confesso que esse foi bem difícil, to a quase uma semana com o desafio em andamento pra conseguir chegar nas 10 dicas. *kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk*

Beijocas

A consulta com a médica humanista!

Olá, meninas!!!!

Vamos a mais uma pausa do Desafio, dessa vez para contar sobre a consulta com uma médica humanista aqui de Santos. Eu peguei o nome dela no site de uma doula daqui e era a única que atendia pelo meu plano.

Eu to com essa consulta marcada desde Janeiro… Vejam bem!

Cheguei lá com uns 20 minutos de antecedência, como era a primeira consulta tinha que informar dados e essas coisas. Disse meu nome a secretária e nada de horário pra mim, mas qdo falei meu nome completo ela disse que lembrava do nome, mas eu não estava marcada. Ela conversou com a médica e virei um “encaixe”, até aí, beleza… Erros acontecem.

Aguardei mais uns 20 minutos e fui chamada na sala da médica, ela perguntou o por que de eu estar lá (?), falei que era periódico, mas como eu estava querendo engravidar procurei ela por ser do meu plano e fazer Parto Normal, ela me interrompeu e disse que o plano não cobre parto, se fosse pelo plano o plantonista que me atenderia. Nesse momento já dei uma broxada, mas eu sei que a maioria dos médicos faz isso, ok. Ela me fez uma série de perguntas e em nenhum momento olhou na minha cara, o tempo todo olhando pro computador, uma moça entrou na sala e me levou a uma sala adjacente pra fazer o periódico.

Fiquei sem roupa, com um roupãozinho de tecido fino, no ar condicionado por 30 minutos até a médica vir fazer os exames. Ela chegou e foi apalpando os seios e perguntando da cor do meu esmalte, não gostei disso, achei invasivo e mal educado….

Ainda falando sobre unhas, trabalho e afins ela colocou minhas pernas nos apoios e (sem luvas) colocou o bico de pato, colheu o exame, tirou o bico e disse que estava tudo ok.

Voltei a sala dela e ela me passou os exames pra fazer (ultra som e sangue) e a guia pro preventivo.

Não achei o atendimento dela nada humanizado, muito pelo contrário, foi grossa e mal olhou na minha cara. Vou fazer os exames pq estava na época de fazer mesmo, mas vou levar em outro médico, nessa eu não volto mais.

Acho que o humanizado dela se resume a pacientes particulares ou SOMENTE aos partos.

E a procura pro um@ médic@ humanizada continua…

Beijocas

PS: Um beijo especial para a Carol que pegou seu positivo hoje… Felizona por você e aguardando novidades! =D

 

3/30 – Descreva sua relação com o pai de seu filho.

Olá, meninas

Hoje o sol brilha lindamente em Santos e eu to morrendo de cólica, ou seja, nada de bebê esse mês… Mas também a viagem ao Rio e talz foi bem na época do período fértil, esperaremos o próximo mês.

Vamos ao Desafio?

O de hoje (como vocês podem ver no título) é sobre o pai do meu(s) futuro(s) filho(s).

Nós nos conhecemos em 2005 quando ele iniciou a o curso de TI na mesma Universidade onde eu cursava o segundo ano de Administração, na época tínhamos o mesmo coordenador e o mesmo pediu a mim e a 3 amigas (que faziam parte do Diretório Acadêmico junto comigo) para recepcionar a galera de TI, pois o curso era “novo” (ficou uns 2 anos sem turma) e eles não tinham veteranos.

Fizemos isso e acabamos desenvolvendo uma amizade legal com os meninos de TI. Essa amizade foi se estreitando entre eu, ele e uma outra amiga. Trocávamos emails todos os dias (nós 3), na época eu era noiva e ele namorava a uma moça a um tempo. No meio da facu eu “troquei” de namorado e ele continuou com a moça.

Sempre senti uma “coisinha a mais” por ele, achava bonitinho e a gente brincava que dele devia ter pegada boa ser um bom namorado, pois era muito tranquilo, carinhoso e bonzinho, mas eu namorava e ele também e acabamos focando na amizade.

Formamos, paramos de nos ver todos os dias, mas continuamos a troca diária de emails.

Até que um dia, 8 meses após a formatura, estávamos eu e ele solteiros numa festa e acabou rolando um beijo, depois de muita conversa e uns copos de Vodca (da minha parte, ele não bebe), mas prometemos nunca deixar nada abalar nossa amizade, era só uma curiosidade!

Fomos ficando, ficando, ficando, terminamos… Ele namorou uma outra moça e eu sofri. Sofri mesmo, de verdade, igual a romance que tudo dá errado antes de dar certo. Tive gastrite nervosa, emagreci e ele terminou e voltamos.

Um ano depois de voltarmos, estávamos de casamento marcado, igreja fechada, festa escolhida, noivado com a família .. Hoje estamos juntos a 4 anos e 1 mês e completaremos 2 anos de casados em Maio.

Blog

Essa é a nossa história um pouco resumida, confesso….

A nossa relação sempre foi muito boa, brigamos sim, discutimos, nos desentendemos, mas sempre conseguimos chegar num “ganha-ganha”, como eu imaginava ele se mostrou realmente um ótimo namorado e está se saindo muito bem no cargo de marido *kkkkkkkkkkk*

Ele é sempre super carinhoso, dedicado, cuidadoso e super romântico… E tenho certeza que será um ótimo pai, ele tem adoração por crianças e está se preparando junto comigo pra essa nova etapa. Lê as coisas que eu mando sobre parto natural, amamentação prolongada, pais ativos, educação e essas coisas que as loucas tentantes que a gente pesquisa por aí.

Bom, acho que é isso…. Temos uma relação muito boa e essa é a nossa história!!!!

Te amo muito Mô!!!! (eu sei que ele não vai ver, mas fica registrado assim mesmo….)

Beijocas Meninas e até a próxima.