Projeto Caminhando para o Parto Natural.

Olá, meninas…

Hoje venho aqui divulgar o projeto “Caminhando para o Parto Natural“, que eu, a Ellen Infante, fisioterapeuta (minha) doula e blogueira do Gerando, Maria Laura do Contando os Dias para ter você e a Patrícia Simões do Conversando com Bernardo criamos.

Infelizmente Santos está na contra mão da humanização, temos pouquíssimos profissionais humanizados, quem me acompanha a mais tempo sabe o “perrengue” que foi achar um médico que apoiasse a humanização.

Na baixada não temos nenhum grupo de apoio e achar informações de qualidade tem sido bem complicado, então, surgiu a ideia de fazer esse espaço (por enquanto) virtual de apoio e auxílio a quem procura ter um parto respeitoso.

O blog será, em sua maioria, voltado para a Baixada Santista, mas acredito que atenderá qualquer pessoa que caminha em busca de um parto natural.

Espero que gostem e que me sigam por lá também.

Beijocas

Anúncios

2 meses e 10 dias!

Olá, meninas…

Hoje Pedro completa 70 dias de vida fora da barriga e as coisas estão ficando muito engraçadas.

Ele já ri, faz barulinhos tipo Aun, Agu, ééééééééééééééééé, descobriu que tem mãos e as enfia inteira na boca.

Estamos firmes e fortes na amamentação exclusiva, na cama compartilhada e slingando por aí.

Hoje ele já fica um tempo legal “brincando” na cadeirinha que ganhamos de uns amigos de SP ou até mesmo no carrinho, desde que não esteja completamente abandonado sozinho. Eu já acho um avanço GIGANTE, até pouco tempo ele não ficava mais que 20 min quietinho fora do colo. Um sinal que bebês não viciam em colo como os antigos pensavam #ficaadica

Adele continua apaixonada, a alegria dela é lamber a cara toda dele… Estamos começando a deixar, pq era um stress ficar falando não o dia inteiro pra cachorra. Ele fecha os olhos, mas parece que gosta das lambidas

Segunda (10/03) ele tomou a temida vacina dos 2 meses e olha o bagulho ficou PUNK. Tomamos a vacina às 10h00, ele a pentavalente e eu a segunda dose do Tétano, quando eram mais ou menos 14h00 ele começou a berrar quando se mexia. O pediatra já tinha mandado comprar o remédio pra caso a reação viesse, demos o remédio e mesmo assim ele chorava muito quando se mexia e assim foi até as 02:00. Durante a tarde ele tirou uns cochilinhos de 1 horinha e à noite, mais um de umas 2 horas, teve febre e não conseguiu mamar direito. A situação só foi se normalizar às 05h00 de terça.

É realmente desesperador ver ele chorando tanto e não poder fazer nada, nem o remédio deu jeito. Sei que é necessário e talz, mas a vontade é nunca mais entrar num posto de saúde pra vacinar, a não ser que sejam as gotinhas *hauahauahuahauahuahauhau*

Eu sei que estou devendo o relato, ele já está quase no fim, espero conseguir postar logo logo.

E pra finalizar uma fotinho dele lindo e belo brincando na super cadeirinha.

Cadeirinha

Crédito da Foto: Marido (Arquivo Pessoal)